Em breve entrevista ao site Vulture, o produtor de Mulher-Maravilha 1984 (e outros filmes do universo cinematográfico da DC Comics), Charles Roven, informou que este novo filme da super-heroína não é uma sequência do anterior que estreou em 2017. Ele também informou que a diretora Patty Jenkins gostaria de se distanciar dessa ideia.

Ela estava determinada que este filme seria a próxima parte da Mulher-Maravilha, mas não uma sequência. E ela definitivamente está entregando isso. É um período de tempo completamente diferente e você terá a noção do que a Diana/Mulher-Maravilha esteve fazendo nos anos intermediários. Mas é uma história completamente diferente a que estamos contando. Mesmo tendo muito das mesmas questões emocionais, muito humor, muita ação corajosa. Coisas que tocam o coração, também.

Patty Jenkins, a diretora do filme que está atualmente em 25% da pós-produção de Mulher-Maravilha 1984, em Londres, já havia informado que este seria um filme com os mesmo elementos, mas diferente do primeiro. Na Comic-Con do ano passado, ela disse nunca querer fazer mais do mesmo pelos motivos errados. “Podemos fazer um filme totalmente novo sobre algo completamente novo e tão único como o primeiro.

Mulher-Maravilha 1984 estreia em 5 de junho de 2020. Além de Gal Gadot, o filme conta com o retorno de Chris Pine (Steve Trevor) e Patty Jenkins, que além de dirigi-lo, trabalhou o roteiro ao lado de Dave Callaham (Os Mercenários). Kristen Wiig (Missão Marinha de Casamento) e Pedro Pascal (Game of Thrones) também fazem parte do elenco.