Na noite de ontem, Gal Gadot foi uma das homenageadas no evento de Gala do Festival Internacional de Cinema de Palm Springs. A atriz compareceu ao lado de sua colega de produção, Patty Jenkins, quem entregou a ela a homenagem de Estrela em Ascensão.

Em seu discurso de apresentação da atriz, a diretora Patty Jenkins enfatizou que Gal Gadot não é apenas Diana Prince quando está diante das câmeras, “Você escolhe o elenco de um filme de super-herói e espera por alguém que encarne o personagem. Mas o que temos aqui é um ser humano muito incrível, gentil, caloroso, generoso e corajoso. E ela traz a personagem tão querida, a Mulher-Maravilha, a vida todos os dias.

A diretora também falou da dedicação e trabalho de Gal Gadot em interpreta essa personagem, “Sobre o que eu não posso falar muito é da quantidade enorme de talento verdadeiro que é preciso ter quanto as dificuldades de interpretar a Mulher-Maravilha. Eu sei como é. As pessoas não assistem os filmes de super-heróis pelo trabalho na atuação, mas o que eu vi nesse filme mudou o meu pensamento para sempre. Em nenhum momento Gal abordou a incrível tarefa de interpretar nossa Diana com pouca seriedade, importância ou fundamento. Eu nunca tinha visto isso na minha vida. Ela trouxe uma incrível e verdadeira emoção em cada cena que ela fez. Ela não pararia até estar ótimo. Ela fez isso em um traje da Mulher-Maravilha, numa temperatura baixa, em um campo lamacento. Ela conseguiu. E ela me fez rir na tela verde, sozinha, trazendo emoções incríveis, verdadeiras e calorosas.

Ao receber o prêmio, Gal Gadot não escondeu o nervosismo, mas também não deixou de brincar com a situação. “Eu nem estou grávida e estou prestes a chorar. Então, vou apenas me segurar e ler o ponto…” A atriz fez um discurso de agradecimento, enfatizando que não estaria lá se não fosse o diretor Zack Snyder acreditar no potencial dela. “Isso é tudo muito novo para mim e estranho. Estou muito honrada em estar aqui, principalmente em um salão cheio de pessoas que me inspiram e que eu admiro muito. Obrigada. Eu sempre senti que era recompensa o bastante fazer o que eu amo e trabalhar com pessoas tão maravilhosas. Além disso, receber essa esta homenagem é muito, muito especial. Quatro anos atrás, eu me cansei de todos os nãos, da rejeição, eu só queria deixar a atuação. Mas claro, o universo trabalha de maneiras misteriosas e incríveis. Eu recebi uma ligação [me dizendo] que eu havia conseguido esse papel muito especial. Zack Snyder tinha uma visão forte sobre quem a Mulher-Maravilha deveria ser e eu sou eternamente grata de ele ter me dado a oportunidade de interpretar essa personagem icônica. Muito obrigada. Trabalhar em Mulher-Maravilha foi uma experiência que mudou a minha vida. Essa personagem representa tanta coisa que eu acredito. Ela faz a coisa certa, ela ajuda os outros, ela se atém às suas crenças e é motivada pela qualidade mais bonita: o amor. Isso é algo que todos nós precisamos.

A atriz também agradeceu toda a produção de Mulher-Maravilha, a Warner Bros, seu colega de elenco, Chris Pine, e seu marido. “Patty Jenkins, obrigada por uma jornada tão incrível ao seu lado e que eu estou animada em repetir novamente. Também quero agradecer ao Chris Pine por me tornar melhor em cada cena e por me fazer rir em cada cena. Obrigada aos nossos produtores fabulosos, Charles Roven, Debbie e Zack Snyder, Geoff Johns, e a todos na Warner Brothers (…). Obrigada a minha equipe e (…) ao resto de vocês, vocês sabem quem são. Obrigada ao meu incrível marido, eu não conseguiria fazer isso sem você.

Durante as entrevistas no tapete vermelho, Gal Gadot foi questionada novamente sobre a questão do assédio em Hollywood e mostrou apoio a todas as vítimas.

Vídeos legendados

PSIFF: Gal Gadot fala de igualdade entre homens e mulheres
Durante o tapete vermelho do Palm Springs International Film Festival, Gal Gadot fala sobre a igualdade salarial e de oportunidades entre homens e mulheres.

PSIFF: Gal Gadot fala que ser a atriz mais rentável de 2018 é “só mais um título”
Durante o tapete vermelho do Palm Springs International Film Festival, Gal Gadot fala que ser a atriz mais rentável de 2017 é “apenas mais um título”. Patty Jenkins fala sobre a produção de “Mulher-Maravilha 2”.

PSIFF: Gal Gadot é entrevistada pela E! News
Durante o tapete vermelho do Palm Springs International Film Festival, Gal Gadot sobre o sucesso de 2017 e como isso não mudou a sua dinâmica com as filhas.

PSIFF: Gal Gadot e Patty Jenkins falam sobre a campanha “Time’s Up”
Durante o tapete vermelho do Palm Springs International Film Festival, Gal Gadot e Patty Jenkins falam sobre a campanha “Timen’s Up”, a campanha contra assédio sexual em todos os ambientes de trabalho.

PSIFF: Gal Gadot e Patty Jenkins falam sobre Lynda Carter em Mulher-Maravilha 2
Durante o tapete vermelho do Palm Springs International Film Festival, Gal Gadot e Patty Jenkins falam que tentaram a participação de Lynda Carter em “Mulher-Maravilha” e o que esperar para “Mulher-Maravilha 2”.

Confira as fotos do evento em nossa galeria.

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2018 » 01.02 | Palm Springs International Film Festival – Tapete Vermelho

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2018 » 01.02 | Palm Springs International Film Festival – Cerimônia

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2018 » 01.02 | Palm Springs International Film Festival – Sala de Imprensa

Na noite de ontem, Gal Gadot e Patty Jenkins compareceram à cerimônia de Gala do Festival de Cinema Internacional de Palm Springs, onde atriz foi homenageada com o prêmio de Estrela em Ascensão, pelas mãos da diretora de Mulher-Maravilha.

Antes da cerimônia, a dupla de sucesso do filme mais rentável do verão norte-americano de 2017 falou ao ET Online sobre a sequência do filme que mostrará uma Diana Prince totalmente diferente.

Estamos na verdade fazendo um filme totalmente diferente com muita coisa do mesmo, similares em coisas que amamos, mas é completamente o seu próprio filme , então não é [Mulher-Maravilha] ‘Dois’, para nós. É uma aventura inteiramente nova que não poderíamos ter mais sorte [de fazer].

Gal Gadot falou sobre a reação de sua filha Alma, de 6 anos, ao fenômeno Mulher-Maravilha.

Ela ama. Ela ainda não assistiu o filme, pois eu sou a mãe e eu tento protegê-la e dar a ela coisas normais, mas ela com certeza assistirá. Ela está muito orgulhosa. Ela está muito, muito orgulhosa… Ela já me perguntou se ela pode assumir o posto, quando eu for mais velha.

Patty Jenkins comentou que seu filho de 9 anos possui uma nova curiosidade sobre o trabalho dela.

Meu filho não liga muito para o que eu faço, mas ele brinca com os super-heróis e ele se importa com essas coisas e ver a transformação do meu próprio filho indo, ‘Oh, preciso daquela boneca da Mulher-Maravilha, certo, legal’, ela se tornou uma personagem séria para ele. Ele ama a Mullher-Maravilha e tem sido incrível observar essa personagem retornar a essa geração de uma forma tão autêntica e com tudo o que ela representa, lado a lado com todos estes outros grandes personagens.

Quanto a participação de Lynda Carter na sequência, Patty Jenkins diz, “Veremos. Lynda é uma das pessoas mais queridas, ela tem sido uma ótima mentora e uma amiga querida. Nós realmente tentamos desesperadamente que ela estivesse no primeiro [filme], mas a agenda não deu certo, no entanto ela sempre foi parte da nossa família Mulher-Maravilha. Ainda não vamos falar nada, mas certamente… Não é por falta de tentar.

As fotos do evento estão em nossa galeria de fotos.

O ano de 2017 foi aguardado por muitos, pois seria quando a estreia de um dos filmes de super-heróis mais aguardados de todos os tempos aconteceria: Mulher-Maravilha. Para os fãs de Gal Gadot, este seria o ano em que ela brilharia. Agora, no final de 2017, é possível dizer que este foi o ano que a colocou no topo de Hollywood, fazendo este o Ano de Gal Gadot: ela estrou dois filmes, ganhou diversos prêmios, deu a luz sua segunda filha, mandou mensagem fofas para os fãs, apresentou o Saturday Night Live, compareceu à SDCC… Ufa! Você diz, Gal Gadot fez (ou deve ter feito)!

Confira os melhores momentos do ano de Gal Gadot em 2017.

Janeiro

Inicio » Campanhas Publicitárias | Advertising Campaigns » Erroca

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 01.08 | 74ª Premiação do Globo de Ouro – Tapete Vermelho

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 01.08 | 74ª Premiação do Globo de Ouro – Premiação

Fevereiro

Inicio » Campanhas Publicitárias | Advertising Campaigns » Miss Sixty

Março

 

E então somos quatro… Aqui está ela, Maya. Eu me sinto completamente abençoada e agradecida por todas as Maravilhas em minha vida #família #recém-nascida #agradecida.”

Abril

  • No mês de abril, Gal Gadot não participou de nenhum evento. A atriz provavelmente ficou curtindo sua nova bebê, Maya, que havia nascido no mês anterior e se preparando para a divulgação de Mulher-Maravilha.

Maio

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 05.07 | MTV Movie & TV Awards – Cerimônia de Premiação

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 05.15 | Divulgação de Mulher-Maravilha, em Xangai

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 05.15 | Conferência de Imprensa de Mulher-Maravilha, em Xangai

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 05.16 | Press Junket de Mulher Maravilha, em Xangai

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 05.21 | Conferência de Imprensa de Mulher-Maravilha, em Los Angeles

Inicio » Campanhas Publicitárias | Advertising Campaigns » 2017: League of Angels

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 05.25 | Estreia de “Mulher-Maravilha”, em Los Angeles

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 05.25 | Festa pós-estreia de “Mulher-Maravilha”, em Los Angeles

Inicio » Séries e TV | TV Shows & TV Appearances » 2017 » 05.23 | AOL Build

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 05.27 | Estreia de “Mulher-Maravilha”, na Cidade do México

Junho

  • A atriz agradeceu aos fãs pelo sucesso de Mulher-Maravilha na primeira semana de estreia.

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 06.28 | Festa da n:Philanthropy Give Back Garden

Julho

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 07.22 | Painel de “Liga da Justiça”, na SDCC

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 07.22 | San Diego Comic Con Press Line

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 07.22 | Sessão de autógrafos, na SDCC

Agosto

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 08.13 | Chegando à festa da InStyle “Day of Indulgence”, em Brentwood

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 08.27 | MTV Video Music Awards 2017 – Cerimônia de Premiação

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 08.27 | MTV Video Music Awards 2017 – Bastidores

Setembro

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 09.05 | Semana de Moda de Israel: desfile da Factory 54

Inicio » Séries e TV | TV Shows & TV Appearances » 2017 » 09.09 | Gav Ha’Uma

Outubro

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 10.01 | Gal Gadot e Meher Tatna numa conversa com Carla Sosenko, na 92nd Street Y

Inicio » Séries e TV | TV Shows & TV Appearances » 2017 » 10.05 | The Tonight Show starring Jimmy Fallon

Inicio » Séries e TV | TV Shows & TV Appearances » 2017 » 10.07 | Saturday Night Live

Inicio » Ensaios Fotográficos | Photoshoots » 2017 » 015 | Mary Ellen Matthews [para o Saturday Night Live]

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 10.13 | Almoço da Variety “Power of Women”, apresentado pelo Lifetime (Cerimônia)

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 10.14 | Exibição de “Mulher-Maravilha”, no Linwood Dunn Theater

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 10.22 | Exibição de “Mulher-Maravilha”, no Linwood Dunn Theater

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 10.26 | Press Junket de “Liga da Justiça”, em Beijing

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 10.27 | Elenco de “Liga da Justiça” se encontra com fãs em Beijing

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 10.26 | Estreia de “Liga da Justiça”, em Beijing

Novembro

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 11.13 | Estreia de “Liga da Justiça”, em Los Angeles – Tapete Vermelho

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 11.13 | Estreia de “Liga da Justiça”, em Los Angeles – After party

Inicio » Séries e TV | TV Shows & TV Appearances » 2017 » 11.11 | “Actors on Actors” (Bastidores)

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 11.11 | Variety “Actors on Actors” Awards 2017

Dezembro

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 12.06 | Hollywood Reporter “2017 Women In Entertainment”

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 12.10 | ACE Comic Con – Dia 02 (Painel “Liga da Justiça”)
  • Gal Gadot recebeu o título de Celebridade Número 1 de 2017, pelo IMDB
  • A atriz foi a 6ª pessoa e a 3ª celebridade mais pesquisada mundialmente no Google.
  • Com as diversas listas de “Melhores de 2017”, Mulher-Maravilha conseguiu o título de:
    – Um dos 10 Melhores Filmes de 2017, segundo o site Slate.com;
    – Um dos 10 Melhores Filmes de 2017, segundo o NY Times;
    – Filme Mais Inspirador do Ano, segundo o USA Today;
    – Personagem Mais Inspirador de 2017, sendo a primeira colocada do top 10 da revista Time;
    – Filme de origem de super-herói com a maior arrecadação de todos os tempos ($821.74 milhões de dólares);
    – Filme mais falado no twitter, em 2017;
    – Segundo filme mais pesquisado no Google (Liga da Justiça foi o sexto).

Além de todos os momentos listados acima, Gal Gadot esteve em mais de 50 revistas e deu mais de 35 entrevistas.

Ufa! Que ano emocionante para Gal Gadot e seus fãs. E ainda temos muito mais o que esperar de 2018, pois em janeiro, a atriz receberá a homenagem #SeeHer, no Critics’ Choice Awards, sem contar todos os prêmios que Mulher-Maravilha está concorrendo na temporada de premiações 2018:

Premiação

Categorias

Premiado?

Data da premiação

Festival de Cinema Internacional de Palm Springs Estrela em Ascensão: Gal Gadot Homenageada 02 de janeiro
American Film Institute Filme do Ano Sim 05 de janeiro
National Board of Review Filme Destaque Sim 09 de janeiro
Critics’ Choice Awards – Melhor Figurino
– Melhor Efeitos Visuais
– Melhor Filme de Ação
11 de janeiro
SAG Awards Melhor equipe de dublês em filme de ação 21 de janeiro
Santa Barbara International Film Festival Virtuosos Awards (ou Prêmio do Conhecedor de Arte): Gal Gadot Sim 31 de janeiro a 10 de fevereiro

Satellite Awards

– Melhor Roteiro Adaptado
– Melhor Efeitos Visuais
– Melhor Trilha Sonora
?? de fevereiro
Oscar A lista de indicados será divulgada em 23 de janeiro. 04 de março

Esperamos que 2018 seja tão emocionante e frutífero para a atriz, tanto em sua vida pessoal quanto profissional.

A equipe Gal Gadot Brasil deseja um excelente Ano Novo a todos os nossos seguidores e colaboradores. E continuem nos acompanhando, pois teremos novidades em 2018!

A Association of National Advertisers (Associação Nacional dos Anunciantes, em tradução livre) e o canal norte-americano CW Network se unirão no 23º Critics’ Choice Awards para homenagear a estrela de Mulher-Maravilha, Gal Gadot, com o prêmio #SeeHer. A diretora do filme de sucesso do verão norte-americano entregará o prêmio para Gal Gadot na cerimônia de gala repleta de estrelas do Critics’ Choice Awards, em 11 de janeiro de 2018, em Santa Monica, Califórnia.

O Prêmio #SeeHer reconhece uma mulher que incorpora os valores estabelecidos pelo movimento #SeeHer: forçar as fronteiras para mudar os estereótipos e conhecer a importância de retratar com precisão as mulheres em todo o cenário do entretenimento. Gal Gadot se destacou este ano como uma voz poderosa que defende as mulheres, não só na tela como a icônica Mulher-Maravilha, mas também na vida, usando a sua plataforma para encorajar aquelas na industria do entretenimento e além a lutar pela igualdade e paridade entre os gêneros. Viola Davis recebeu o primeiro Prêmio #SeeHer, no ano passado.

O movimento #SeeHer é liderado pela ANA, a maior associação de marketing e publicidade dos Estados Unidos. A iniciativa foi lançada no início de 2016 pela Aliança para o Entretenimento Familiar (AFE) da ANA. A missão da #SeeHer é liderar um movimento para retratar com precisão todas as mulheres e meninas na mídia, para que até 2020 elas se vejam refletidas como realmente são. 2020 é o 100º aniversário das mulheres ganhando o direito ao voto.

Estamos honrados em homenagear Gal este ano com o segundo Prêmio #SeeHer,” disse o CEO da ANA, Bob Liodice. “Ela não só foi capaz de desafiar os estereótipos do cinema e encontrar o sucesso, estrelando um dos maiores sucesso de bilheteria deste ano, ela também usou esse sucesso para iluminar a industria da qual ela faz parte e forçar os limites da igualdade de gênero na vida real.

Ter os críticos reconhecer a importância do #SeeHer mais uma vez e incluir o prêmio na transmissão [do Critics’ Choice Awards] é outro marco importante para o movimento“, acrescentou o presidente da ANA AFE #SeeHer, Stephen Quinn. “O entretenimento desempenha um papel tão importante na influência da cultura. Nunca houve um momento mais importante para apoiar a nossa missão #SeeHer de aumentar a representação precisa de meninas e mulheres na mídia. Gal e Patty são modelos para a nossa missão #SeeHer e estamos muito satisfeitos que elas foram reconhecidas pelos críticos e pela indústria.

Mulher-Maravilha concorre ao Critics’ Choice Awards nas categorias de Melhor Figurino, Melhor Efeitos Visuais e Melhor Filme de Ação. No Brasil, a cerimônia será exibida pelo canal TNT, em 11 de janeiro. Confira aqui todas as indicações do filme na temporada de premiação 2018.

Com informações do See Her.

Gal Gadot e Patty Jenkins estampam uma das três edições da revista impressa do site Deadline que homenageia as mulheres em Hollywood. A revista que está em circulação nos Estados Unidos a partir de hoje (13) também mostra Dee Rees e Mary J. Blige (Mudbound) e Greta Gerwig e Saoirse Ronan (Lady Bird: É Hora de Voar). Confira a matéria traduzida.

Mulheres em Hollywood: Patty Jenkins e Gal Gadot formaram a conexão instantânea que deu poder a Mulher-Maravilha

O primeiro dia que Patty Jenkins e Gal Gadot se conheceram, elas entraram em um restaurante de sushi e não pararam de falar por 4 horas. “Nós duas somos apaixonadas por tantos assuntos,” diz Gadot, “A vida em família, a Segunda Guerra Mundial, o Holocausto,  os humanos, a raça, a política. Estávamos tristes, felizes e emocionadas.

Essa conversa ainda está em andamento. Meses após o filme delas, Mulher-Maravilha, se tornar o maior sucesso do verão, a dupla ainda efervesce com a química, tanto que falam em sincronia. Elas não apenas concordam, elas se sobrepõem, ambas as vozes enchendo a sala ao mesmo tempo, como duas harmoniosas guitarras.

Percebemos muito rapidamente que queríamos fazer a mesma coisa,” diz Jenkins. Elas sonhavam em fazer um clássico, um filme de super-heróis no estilo Richard Donner – “um filme cujos ganhos compensasse o estúdio por seus filmes menos lucrativos do ano anterior” – que era emocionante, romântico, engraçado e, acima de tudo, inspirador. Jenkins não contratou Gadot. A estrela já fazia parte da franquia, após a breve estréia da Mulher-Maravilha, em Batman v Superman: A Origem da Justiça. No entanto, ambas sabiam que desde o primeiro encontro elas eram uma dupla feita em Themyscira.

Gadot ri, “Estávamos destinadas a estarmos juntas.

Desde então, elas se aproximaram mais. Elas gravavam seis dias por semana e no sétimo dia se encontravam com as crianças. No meio das gravações, após meses de cenas de ação, chuva e exaustão física, quando o joelho de Gadot começava a doer, o de Jenkins também doía. “O relacionamento se tornou simbiótico,” diz Gadot. “Se o meu ombro direito estava doendo, o ombro esquerdo dela estava doendo. Ela estava espelhando a minha dor.

Gadot ganhou os músculos doloridos de uma estrela de ação. Mas, para se preparar para as cenas de batalha, ela e Jenkins se preocupavam mais em calibrar os sentimentos internos da Mulher-Maravilha do que a coreografia de ação dela. Pergunte a elas sobre as gravações da sequência central da Terra de Ninguém, um ballet em câmera lenta de balas, canhões, braceletes e escudos. Jenkins concentra-se nas cenas de conversa, antes da carga perigosa, e na frustração da Mulher-Maravilha em receber não continuamente.

Eu não pensava em como eu batia ou atacava,” diz Gadot. “Sempre era, ‘Qual é o meu estado emocional? Por que eu vou fazer isso?’” Jenkins pedia que Gadot ajustasse a ira da Mulher-Maravilha, geralmente pedindo que ela a diminuísse um pouquinho.

Ela não é violenta,” diz Jenkins. Assista atentamente e veja Gadot usando a espada dela para golpear os alemães com uma apunhalada não-fatal. O publico não está acostumado com sucessos de bilheteria que param a história durante as cenas de ação para que as pessoas comemorem. Mas observe os movimentos de Gadot e veja como a Mulher-Maravilha revela dimensões da personalidade dela, mesmo quando ela está correndo silenciosamente por um campo.

A história não para porque você está lutando,” diz Jenkins. “A luta é a história.

Exatamente!” diz Gadot. “Para… Para…” Ela acena as mãos, procurando a palavra certa.

Se comover?” supõe Jenkins, lendo a mente dela.

Sim! Para se expressar!” Gadot sorri, batendo em seus joelhos em deleite.

Atuar é tão corporal,” diz Jenkins. “Estamos lendo milhões de tipos de micro-pistas sobre outro ser humano e o que eles querem. Como ela está parada, como ela está se sentindo, como ela está se sentindo por dentro, como ela está abordando [algo], essas coisas sutis. As falas dela são apenas uma parte disso.

A Mulher-Maravilha anda com confiança, porque ela acredita que o mundo é gentil. E quando é revelado que não é, a linguagem corporal dela muda. Agora, a confiança dela está sobreposta ao sacrifício e a determinação, emoções nas quais Gadot pensou muito, antes de gravar cada tomada, para que quando ela estivesse no momento, ela não precisaria estar consciente deles. Ela se imaginou vestindo as qualidades da Mulher-Maravilha quase que como um segundo traje. A vida interior da personagem disse a ela como se mexer.

Aquela cena crucial na torre de controle, quando a Mulher-Maravilha descobre que matar Ares não resgata a humanidade de toda a sua ânsia por violência, foi uma das mais difíceis de acertar. Os humanos crescem acreditando que somos capazes tanto do bem quanto do mal. A Mulher-Maravilha achava que éramos melhores do que isso, uma inocência que é muito estranha para as pessoas adultas, que pode ser interpretada como ignorância. “É fácil se sentir com ar de superioridade,” diz Jenkins. Gadot não estava apenas lutando contra o Deus da Guerra, ela tinha que lutar contra o cinismo do público.

Coisas de grandes atuações, onde cada mudança emocional sensível importa, não acontecem da noite para o dia,” diz Jenkins. Ela se vira para Gadot e sorri. “De vez em quando elas acontecem! Como a dança!” ela diz, pensando na cena em que Gadot e Pine dançam na praça da cidade de aldeões libertados. “Essa foi a coisa mais fácil!

Gadot estala os dedos, “Tipo, da primeira vez!

Tanto ela quanto o Chris [Pine] são muito espertos,” diz Jenkins. “Como resultado, a rapidez da dinâmica deles, a velocidade das coisas pequenas, como o movimento dos olhos dela e o tempo de reação, é incrível para mim.

Eu tenho muita, muita, muita sorte de que o mundo se assegurou de que Patty dirigiria esse filme,” diz Gadot, radiante. A atriz fica irritada, quando as pessoas pensam que Jenkins era a diretora certa para Mulher-Maravilha só porque ela é uma mulher. “Não, Patty era a diretora certa porque ela sabia exatamente o que queria e como conseguir,” insiste Gadot. Jenkins esteve pelos sets desde que tinha 20 anos, construindo seu currículo, desde operadora de câmera até diretora de curta-metragem, para a diretora mais bem paga de um filme de sucesso desde, bem, sempre, graças ao salário dela para o próximo Mulher-Maravilha 2.

Além disso, Jenkins nunca para de gravar até que ela tenha a tomada perfeita. “Patty sempre dá mil por cento dela,” diz Gadot, de modo que todo mundo no set se torna igualmente dedicado, a ponto de que quando a estrela teve que regravar cenas enquanto estava grávida de cinco meses, a barriga dela pintada de verde para que pudesse ser removida, a futura mamãe se atirou no chão para um golpe na cabeça, na maior boa vontade. Eles decidiram não repetir isso para a segunda tomada.

No último dia de gravação, Jenkins estava ainda mais perfeccionista do que o normal. Era o aniversário do criador da Mulher-Maravilha, William Marston (pura coincidência), e tudo o que eles precisavam era a cena final de Gadot agachada no chão. Mas Jenkins não conseguia parar de pedir para repetir a tomada. Será que Gadot poderia se inclinar mais para a frente? Ela poderia levantar o outro pé? As posições ficavam mais e mais estranhas. Certamente, eles tinham as gravações? Jenkins teve que segurar o riso. Ela simplesmente não queria que o filme terminasse.

Ela fez uma pegadinha comigo!” grita Gadot. Ambas começaram a rir. A Mulher-Maravilha poderia ter descoberto o problema mais cedo com o laço da verdade. Mas a atriz não se importa nem um pouco.

Inicio » Ensaios Fotográficos | Photoshoots » 2017 » 022 | Josh Telles

Inicio » Revistas | Magazines » 2017 » Dezembro | AwardsLine

No final da tarde de ontem (10), Gal Gadot, Henry Cavill, Ray Fisher e Jason Momoa participaram de um painel de 40 minutos de Liga da Justiça, na ACE Comic Con. Na conversa moderada por Geoff Boucher, os atores falaram sobre a dinâmica de família da equipe, por quê os super-heróis chamam tanta a atenção do público, quem venceria numa luta “Liga da Justiça contra os Vingadores” e muito mais. Confiram um resumo dos melhores momentos.

O painel foi iniciado com o elenco agradecendo os fãs. Gal Gadot foi a primeira a falar, recebendo muito aplausos da plateia, “Isso é incrível. Você ficam nos agradecendo por estarmos aqui, mas é tão bom finalmente poder ver vocês e passar tempo com vocês. De verdade. Vocês são o motivo de fazermos esses filmes e quero agradecer todos vocês de volta. Então, muito obrigada!

A melhor parte em estar aqui,” Henry Cavill disse, “é que posso agradecer a todos vocês e passar um tempo com vocês. Acho que falo por todos quando digo isso: por mais que somos fãs das histórias em quadrinhos como vocês são, estar aqui e dividir isso com vocês significa muito para mim.

Ainda no assunto dos fãs, o elenco foi perguntado se eles tinham algum momento especial com os fãs dessa convenção para compartilhar com a plateia. Gal Gadot disse que não poderia dizer um, pois “eles estão todos aqui. Se a gente disser um, o resto ficará ofendido.” A atriz continuou dizendo que se emociona quando encontra com eles, principalmente com as crianças “e elas me veem como a personagem. Eu não sou a Gal. O olhar delas e a animação… É maravilhoso, é um privilégio e uma honra. Fico muito honrada de ter tido essa oportunidade incrível.

Geoff Boucher elogiou a personagem de Gal Gadot, Diana Prince, e disse que a inspiração que ela trouxe às pessoas só foi possível graças a humanidade que Gal Gadot passou ao interpretar a personagem. A atriz comentou sobre isso: “Quando eu comecei a pesquisar a personagem, havia tanto material, tanto legado. Mais do que 75 anos, agora. E, para mim, sempre tento pensar em como eu, telespectadora, posso me identificar com a personagem. É difícil se identificar com alguém que é uma Deusa. Então, percebi que Diana, sim, tem super-poderes, é uma Deusa, é toda poderosa, mas, no fim do dia, ela tem o coração de uma humana. E acho que é isso o que faz ela ser especial. Ela realmente se importa com as pessoas… E eu gosto disso nela.

“E como é no seu país?” Geoff Boucher perguntou a Gal Gadot, após mencionar o sucesso de sua apresentação no Saturday Night Live que resultou na exibição do programa, ao vivo, pela primeira vez em Israel. “Você se tornou essa embaixadora cultural incrível com esse projeto, se tornando uma super-heroína para tantos homens e mulheres no mundo. Isso deve ter retorno para você, especialmente em seu país.

Gal Gadot foi aplaudida após dizer que não se sente nem um pouco diferente (de nós, meros mortais), só por ser uma atriz famosa mundialmente, “Eu posso te dar a resposta formal, que é ‘Sim, é incrível e o retorno em casa é ótimo.’ E eu posso te dar a minha resposta pessoal… Quando eu acordo de manhã eu não penso em mim tipo, ‘Nossa, estou fazendo uma mudança, uma mudança cultural. Sou uma embaixadora cultural tão incrível. Beijos. Que trabalho bom!’ É um efeito colateral incrível, mas quando ouço a pergunta que você está fazendo, eu fico tipo, ‘Oh, eu não mereço tudo isso, porque eu sou apenas…’ Eu apenas me vejo como um instrumento para o que eu faço. Sou um instrumento para essa personagem. Sou um instrumento… No fim do dia, sou apenas uma atriz. Não sou uma médica, não estou realmente salvando as pessoas, infelizmente. Mas apenas fico feliz de que a mensagem que, de certa forma, está sendo passada para o mundo é positiva e boa, de sermos inclusivos e de amar uns aos outros e sermos bons. Então, isso é algo que me deixa muito feliz.

O elenco também falou sobre a dinâmica do set e como eles são mais como uma família, quando estão todos juntos. Gal Gadot acha que eles são como uma família complicada. Henry Cavill brincou, “Somos muito parecidos com qualquer família, 100% problemática.” e Ray Fisher completou, “Mas da melhor maneira. Quando eu cheguei, eu era o novato e todos me receberam muito bem. Parecia uma família quase que desde o começo. Acho que isso prova quem essas pessoas são como indivíduos e é uma prova sobre o Zack [Snyder], como ele comanda o set e a equipe dele. Quando nos juntamos para esses tipos de eventos, parece uma reunião familiar. Sempre que vamos a algum lugar eu pergunto quem estará lá. Eles dizem, ‘Todos.’ e eu respondo, ‘Legal, estarei lá!’ É esse tipo de sensação. Por sorte, não me cansei de ver essas pessoas e por sorte, eles não se cansaram de me ver.

Eu não acho a gente nem um pouco problemático, Henry.“Jason Momoa falou sobre a versão dele de família, discordando de Henry Cavill que começa a provocá-lo, brincando. “Essa família é incrível. Pude conhecer o Henry e pude ir para Detroit, Michigan, fazer parte de Batman v Superman. Para mim, ele é o cavalheiro número um que já conheci. Eu procurei ele para muitos conselhos, pois eu não fazia ideia de como [a coisa] era e ele havia estado em Homem de Aço. Quando eu vi a Gal, que é definitivamente a minha irmã, mas, ao mesmo tempo, eu me vejo tipo…” Ele se mostrou deslumbrado pela beleza da atriz. “Eu nunca olhei para um ser humano… Bem, há a minha esposa e há a Gal. Você meio que fica olhando para a Gal…” Jason Momoa novamente se mostrou deslumbrado pela atriz e até suspirou, “‘O que você disse, Gal?’ A minha irmã é incrivelmente linda e excelente, doce e uma mãe maravilhosa, ela é demais. Demais. Ela é a Mulher-Maravilha perfeita.” Gal Gadot se encolheu e se escondeu dentro do próprio blazer, envergonhada. Momoa continuou, agora falando de Ray Fisher “Quando conheci o Ray… Somos como irmãos. E gente se derruba. Treinamos juntos, somos muito unidos. Bom, adiciona o Ezra nisso, também, pois somos os bobões mais novos. Somos como cachorrinhos brincando. Eu me espelho em Henry, Ben e Gal… Aí tem nós três. Essa é a nossa família.

Conversando sobre super-heróis, o moderador perguntou quem venceria um duelo entre os Vingadores e a Liga da Justiça. Jason Momoa pareceu adorar a ideia, “Vou falar por mim, eu, com certeza, quero ser jogado por aí pelo Hulk. Aí eu levaria a bunda dele até o oceano e o afogaria. ‘Você não é tão forte agora, é cara?’ E aí seríamos amigos. Queria muito. Tipo, somos amigos desses outros atores, desde o Hemsworth até o Robert Downey, conhecemos eles. Seria legal. Somos super-heróis, nos divertiríamos muito interpretando esses personagens.”

Ray Fisher estava certo de que a Liga da Justiça ganharia, “Se houvesse uma luta entre os dois, tenho muita certeza que o Superman e a Mulher-Maravilha conseguiriam derrubar uns 80% deles. A gente ficaria torcendo, do lado. Estou brincando, é a mesma questão de quem é mais rápido, o Flash ou o Superman. Existem n circunstâncias em que qualquer equipe poderia ganhar. Mas é legal ter essa imaginação, certo?

Já Gal Gadot foi diplomática, elogiando as duas equipes de super-heróis. “Eu adoraria isso. Acho que quanto mais, melhor. Todos os personagens são ótimos, não somos inimigos. Há a DC e há a Marvel e todos são ótimos. Poderíamos fazer DC-Marvel, começando com a DC… E tudo seria super-incrível.

Henry Cavill pediu a opinião do público nesse assunto, “Certo, eu vou pedir ajuda da plateia. Levante a mão e faça barulho se você acha que em uma batalha DC x Marvel, a Marvel ganharia.” A audiência fez pouco barulho. “E agora, levante a mão e faça barulho se você acha que a DC ganharia.” A plateia foi a loucura.

Geoff Boucher mencionou a amizade de Gal Gadot e Amy Adams e pediu que a atriz presente falasse mais sobre isso. “Sou uma pessoa amigável e me sinto muito sozinha no set, então me asseguro de fazer amigos. Eu apenas amo as pessoas e tenho muita, muita sorte de trabalhar com quem me dou muito bem. E trabalhar com pessoas como a Amy, é tipo… Essa mulher é uma atriz tão talentosa e trabalha sem parar. Estamos acostumadas a assisti-la em drama, mas essa mulher é tão hilária. Eu tive que parar muitas tomadas, quando ela estava lá e eu sabia que ela estava me observando. Ela é hilária e muito divertida. Passamos tanto tempo nesses sets que seria muito, muito horrível se a gente não se divertisse. No final do dia, trata-se do processo e da jornada e não, necessariamente, do resultado. É ótimo trabalhar com esses caras e com todos. Eles são todos muito maravilhosos.

Ao falar sobre os excelentes colegas de elenco Gal Gadot não poupou elogios aos que estiveram ao seu lado em Mulher-Maravilha, “Fiquei muito emocionada quando conheci Robin Wright, pois eu cresci assistindo A Princesa Prometida. Mas todos são muito incríveis, David Thewlis, Danny Huston e todos. Chris [Pine], quem eu amo… No fim do dia, você esquece que todos são incríveis muito rápido e apenas trabalha, se envolve um com o outro. Você foca no filme.

De volta aos super-heróis, Boucher mencionou a influência que os pais dos super-heróis da DC Comics têm em seus personagem e que talvez esse fosse o motivo de as crianças se identificarem tanto com eles. “Isso com certeza é parte do porquê,” concordou Henry Cavill. “Mas, para mim, acho que temos essa ligação com os super-heróis porque eles são os reflexos da gente. Um super-herói existe dentro da gente e é por isso que ele existe do lado de fora. É por isso que eles existem no cinema e na TV. Eu me associo com eles da maneira mais natural, pois nós nos vemos neles. Isso para mim, especialmente para as crianças, quebra as barreiras do mundo e libera a imaginação. As crianças realmente conseguem se imaginar voando ou sendo o Ciborgue ou a Mulher-Maravilha. O que eles quiserem. E essa é a beleza nisso, somos eles e eles são nós.

Gal Gadot continua, “O relacionamento das famílias deles é mostrado de uma maneira que… Sabe, eu estou longe de casa, ele [Superman] perdeu o pai, ele [Cyborg] perdeu a mãe… [Jason Momoa já havia deixado o painel] A gente compartilha da mesma dor, de certo modo, e por causa dos nossos poderes, somos todos estranhos. E, continuando o que o Henry acabou de dizer, que é muito verdade, acho que todos nós queremos sentir que somos parte de algo. Todos queremos sentir que pertencemos a algo. E acho que o fato de que todos nós sabemos que somos diferentes, que somos estranhos, é o que nos faz ser a família um do outro. E acho que isso faz com que eu, alguém que está indo ver o filme, quando vê pessoas que estão passando por momentos difíceis… Não estou falando do fim do mundo, estou falando dos desafios menores que todos temos… Quando vejo o modo como eles lidam com isso, quando vejo que eles podem encontrar esperança e amor e aceitam algo que é diferente e superam isso, isso é inspirador para mim. Acho que todos os filmes de super-heróis estão tentando capturar isso, de certo modo.

Para finalizar, Henry Cavill contou como o personagem do Superman mudou ele, “[Ele me mudou] da maneira mais notável. Sou um homem completamente diferente. Bom, não completamente diferente. Acho que ele despertou e colocou em evidência na minha personalidade parte de mim que poderia não ter existido. Eu me vejo agora tentando muito mais trazer o melhor das pessoas ao meu redor, mesmo que para o meu próprio dano. Não é que eu tenha necessariamente conseguido fazer isso. Isso é uma das coisas bonitas no Superman, mesmo quando ele é rejeitado, ele não recua. É difícil dizer, ele definitivamente mudou o jeito como vejo tudo no mundo. Com certeza, dou mais abraços agora do que antes.” Ele ri, mas continua. “O Superman é um personagem tão incrível e que todos querem ser. Quero ser como ele o máximo que puder. E é possível, mas é preciso muito foco, porque ele é um cara bom.

As fotos do painel estão em nossa galeria de fotos.

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 12.10 | ACE Comic Con – Dia 02 (Painel “Liga da Justiça”)

Confira o vídeo do painel completo sem legendas, a seguir.

O segundo dia de Gal Gadot na ACE Comic Con aconteceu ontem (10), em Long Island, e foi marcado por atrasos e muita fofura da atriz com os seus fãs. Em seu Instagram Story, vimos Gal Gadot e Henry Cavill consolar uma garota aos prantos, durante as fotos, e em um relato de fã, a atriz se ofereceu para se agachar para foto, para poder estar mais próxima à ela.

Novamente, Gal Gadot participou de sessões de fotos solo e uma sessão de fotos ao lado de Henry Cavill.

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 12.10 | ACE Comic Con – Dia 02 (Fotos solo)

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 12.10 | ACE Comic Con – Dia 02 (Fotos com Henry Cavill)

Ao final da tarde, após atrasos, o elenco de Liga da Justiça, Henry Cavill, Jason Momoa, Ray Fisher e Gal Gadot, participou de uma conversa de 40 minutos com os fãs. Assista ao painel completo, sem legendas, a seguir. A publicação sobre o painel de Liga da Justiça estará online em breve.

 https://www.youtube.com/watch?v=EXqNt9C3Gwg

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 12.10 | ACE Comic Con – Dia 02 (Painel “Liga da Justiça”)

Foto em destaque via: Marco Juan

No sábado (09), Gal Gadot compareceu a ACE Comic Con, em Long Island, ao lado de seus colegas de elenco de Liga da Justiça, Henry Cavill (Superman), Jason Momoa (Aquaman), Ezra Miller (Flash), Ray Fisher (Ciborgue) e Ciarán Hinds (Lobo da Estepe).

Gal Gadot participou de duas sessões de fotos solo, 1 sessão de fotos ao lado de Henry Cavill, uma sessão de fotos ao lado do elenco de Liga da Justiça e diversas sessões de autógrafo, ficando no evento das 11 da manhã até mais de 19:00 da noite.

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 12.09 | ACE Comic Con – Dia 01 (Fotos solo)

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 12.09 | ACE Comic Con – Dia 01 (Fotos com Henry Cavill)

O que chamou a atenção, mas não foi surpresa, foi o cuidado e carinho da atriz com seus fãs, principalmente as crianças.

Gal Gadot tem essa presença de gentileza nela. O sorriso no rosto das crianças (e no meu) quando elas a conhecem é uma coisa especial de se ver.Daniel

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 12.09 | ACE Comic Con – Dia 02 (Fotos em grupo)

Ao final do dia, o elenco conheceu e pode tirar foto com as crianças do projeto do fotógrafo Josh Rossi, o Liga da Justiça das Crianças, que fotografou 5 crianças especiais de sua própria maneira, com o intuito de transformar a fraqueza delas em força.

 

Confira os vídeos abaixo.

Mais notícias:12345...1020...Última »