Mulher-Maravilha 2 mal começou a sua produção principal, mas um pouco de sua próxima aventura pode ter sido revelado.

Geoff Johns, produtor executivo de Mulher-Maravilha 2 e presidente e chefe do escritório criativo na DC Entertainment, compartilhou em sua conta oficial do Facebook uma imagem que pode indicar em que ano o segundo filme da super-heroína se passará. O teaser, com fundo preto e a palavra “WW84” estilizada como a imagem de um antigo VHS, sugere que o filme se passará em 1984.

Na semana passada, a Warner Bros. Entertainment registrou diversos domínios contento o nome Wonder Woman e um deles era wonderwoman1984.com, no entanto nenhum dos sites estão ativos.

A diretora e roteirista Patty Jenkins também mudou a sua capa do Twitter para a mesma imagem.

No início do mês (01), Zack Snyder informou em sua conta oficial do Vero que ainda está envolvido com a produção de Mulher-Maravilha 2.

Na manhã de hoje, Gal Gadot publicou uma imagem treinando ao lado de Magnus Lygdback, o seu treinador para o filme, com a legenda, “Sessão de domingo de manhã.

No final de maio, a revista Production Weekly divulgou que a sequência será um filme de época, com a Princesa Diana combatendo a União Soviética durante os anos 1980 e contará com Barbara Anne Minerva (Kristen Wiig), uma antropóloga britânica que se torna a imagem da deusa chita, depois de localizar a cidade perdida de Urzkartagan e se deparar no meio de um antigo ritual.

O filme também conta com Pedro Pascal, em um papel ainda não revelado, Chris Pine (Steve Trevor), Saïd Taghmaoui (Sameer) e Ewen Bremmer (Charlie). O roteiro é de Patty Jenkins, Geoff Johns e Dave Callaham.

Mulher-Maravilha 2 estreia em 1 de novembro de 2019.

[Atualizado em 31 de maio]

O vídeo foi lançado na madrugada de hoje (31) e pode ser conferido a seguir.

Em suas redes sociais, Gal Gadot agradeceu a banda pela oportunidade de participar do vídeo clipe, “Obrigada por me convidar para fazer parte desse vídeo especial, Adam Levine e Maroon 5! E em ótima companhia! ❤ #GirlsLikeYou

As capturas do vídeo podem ser conferidas em nossa galeria.

Inicio » Outros Trabalhos | Other Works » Vídeo clipe do Maroon 5, “Girls Like You”

[Post original de 30 de maio]

O clipe da nova música de trabalho de Maroon 5 ainda não foi lançado oficialmente, mas imagens vazadas mostram diversas celebridades ao lado do grupo para o clipe de “Girls Like You” (Garotas Como Você, em português), entre elas, Gal Gadot.

No clipe, Maroon 5 nos proporciona um verdadeiro desfile de estrelas, cantando ao lado de Cardi B. (que participa dessa versão da música), Ellen Degeneres (apresentadora de TV), Camilla Cabello, Millie Bobby Brown (Stranger Things), Jennifer Lopez, Gal Gadot (Mulher-Maravilha), Aly Raisman (ginasta), entre outras.

Gal Gadot aparece no novo clipe de Maroon 5, "Girls Like You"

Gal Gadot, Ellen Degeneres, ?, Camila Cabello, Cardi B., ?, Aly Raisman

O clipe completo deve ser lançado oficialmente em breve, pois em um teaser publicado no canal do Youtube da Universal Music Austria, ele consta como “lançado”.

A nova versão da música “Girls Like You” faz parte do álbum “Red Blue Pills“. O clipe foi dirigido por David Dobkin.

Com informações do Charts in Frace

Segundo o site The Times of Israel, Gal Gadot foi convidada pela emissora pública de Israel, Kan, para ser a apresentadora da versão 2019 do concurso europeu de música, o Eurovision. Pela regra, o país vencedor do ano anterior recebe o concurso do ano seguinte, assim, Israel sediará a competição em 2019.

O nome de Gal Gadot foi considerado como possível apresentadora, quando a participante de Israel, Netta Barzilai, ganhou o concurso em maio de 2018, com a música “Toy”.

Apesar dessa ser uma ótima oportunidade para a atriz retornar ao seu país natal, seus representantes informaram que “Gal ficaria muito feliz em apresentar e participar do festival de música Eurovision, mas, infelizmente, os conflitos de agenda e compromissos pré-agendados não permitirão a sua participação.

A personagem mais conhecida de Gal Gadot, a Mulher-Maravilha, é mencionada em alguns versos da música que é repleta de poder feminino:

Wonder Woman don’t you ever forget
You’re divine and he’s about to regret.

Mulher-Maravilha, nunca se esqueça
Você é divina e ele está prestes a se arrepender.

A atriz assistiu a apresentação de Netta e mostrou o seu apoio à ela em seu Instagram. Após a vitória da competidora israelense, Gal Gadot não poupou elogios, “Você representa a verdadeira maravilha nas mulheres. Tanta verdade, confiança e talento. Você apoia a diversidade e traz uma nova e linda luz ao mundo. Obrigada a todos por votarem!!!

Com informações do YnetThe Times of Israel

Gal Gadot atinge grandes números e esse feito não acorre apenas nas bilheterias, como com o filme Mulher-Maravilha, que estreou há quase um ano.

Na manhã de hoje (26), Gal Gadot publicou um vídeo adorável em sua conta oficial do Instagram comemorando a marca dos 20 milhões de seguidores e agradecendo a todos que acompanham as suas publicações pessoais e profissionais.  “Uau, 20 milhões!! Vocês! Eu não posso agradecer a todos o suficiente pelo amor e pelo apoio!” ela escreveu. “Adoro poder compartilhar o meu mundo com vocês e estou muito, muito animada para compartilhar tudo o que está por vir no futuro, então fiquem atentos!

Desde o lançamento de Mulher-Maravilha, filme que a tornou (mais) conhecida mundialmente, Gal Gadot ganhou mais de 15 milhões de seguidores. De acordo com o site Social Blade, Gal Gadot possuía “apenas” 4,9 milhões de seguidores no início de junho de 2017. Nos últimos 30 dias, a atriz e modelo ganhou mais de 1 milhão de seguidores.

Com esses números, Gal Gadot é a 122ª pessoa mais seguida desta rede social.

Siga Gal Gadot no Instagram e ative as notificações para não perder nenhuma publicação da atriz. Não deixem de seguir o Gal Gadot Brasil no Instagram, também, e ative as notificações para não perder nenhuma novidade!

A rede de museus especializado em figuras de cera, o Madame Tussauds, em parceria com a Warner Bros. Consumer Products inaugurou ontem (25) a atração The Justice League: A Call for Heroes (Liga da Justiça: Um Chamado para os Heróis). Por enquanto, a atração é exclusiva da unidade do museu localizada em Orlando e contém estátuas de cera em tamanho real dos heróis interpretados por Gal Gadot, Henry Cavill e Ben Affleck nos cinemas.

A nova área do museu traz as ruas de Gotham e Metropolis mais próxima dos fãs, onde os visitantes poderão ver e interagir com a Mulher-Maravilha o Superman e o Batman. Além de selfies com os personagens, é possível liberar uma explosão poderosa para enfraquecer a LexCorp ao lado da Mulher-Maravilha, ajudar o Superman a levantar um helicóptero e chamar o Batman com o Bat-sinal.

Liga da Justiça: Um Chamado para os Heróis – Mulher-Maravilha

Gal Gadot como Mulher-Maravilha em atração do museu de cera, Madame Tussauds

A primeira e mais importante super-heroína do mundo, Mulher-Maravilha, incorpora a força genuína e a graça de uma guerreira nata com genuína compaixão.

Sua identidade é Diana Prince. A Mulher-Maravila possui a força, velocidade e habilidade de voar divina. Ela também é uma guerreira habilidosa, usando um bracelete que desviam balas e manejando o Laço da Verdade para deter criminosos e obrigá-los a dizer a verdade!

  • A Mulher-Maravilha é a Princesa das Amazonas; filha de Hipólita, a rainha amazona imortal e de Zeus, o poderoso Deus do Olimpo. Hipólita esculpiu Diana do barro e Zeus a trouxe a vida.
  • A primeira a se juntar a equipe de Bruce Wayne, a confiança natural de Diana e a sua inteligência inconfundível faz dela uma aliada indispensável.
  • Ela prometeu “lutar por aqueles que não podem lutar por si mesmos”.,

Fã ao lado da estátua de cera de Gal Gadot como Mulher-Maravilha

A estátua de cera de Gal Gadot é incrivelmente parecida com a atriz, “Se você olhar nos meus olhos por muito tempo, talvez eu pisque.” a atriz escreveu em seu twitter, ao publicar um vídeo da sua personagem no museu. “Quanta honra! Muito obrigada, Madame Tussauds.

A atração também será inaugurada no Madame Tussauds de Sydney, durante o verão.

Para os fãs que planejam uma visita ao museu, o ingresso na bilheteria custa US$ 28,00 (cerca de RS$ 110,00). Comprando online, o ingresso custa US$ 25,50 (cerca de R$100,00) e a entrada no museu é feita pela área VIP.

A atriz foi fotografada para a campanha da marca que deve ser lançada em junho

A marca taiwanesa de tecnologia, Asus, divulgou um vídeo de bastidores de sua nova campanha, mostrando a sessão de fotos de Gal Gadot com o fotógrafo Warwick Saint.

Utilizando a palavra chave de publicidade da marca, Poder Criativo, o fotógrafo conta como trabalha a criatividade em seus assuntos fotográficos. Dessa vez, o assunto fotografado era Gal Gadot. Confira o vídeo.

No segundo vídeo publicado pela marca, a empresa apresenta o diretor do comercial estrelado por Gal Gadot, Ben Briand.

Gal Gadot também publicou um vídeo com imagens dela nos bastidores e ainda brincou, “A minha colega de elenco era meio diva. Me diverti trabalhando com a Asus nesse comercial. #PoderCriativo”.

My costar was a bit of a diva 😉. Had some fun working with @asus on this one. #creativepower

Uma publicação compartilhada por Gal Gadot (@gal_gadot) em

Confira também algumas imagens de material promocional divulgado pela Asus nos últimos meses.

Inicio » Campanhas Publicitárias | Advertising Campaigns » Asus » Campanha

A parceria entre Gal Gadot e a Asus foi firmada em março de 2018. O lançamento da campanha estrelada pela atriz deve ser feito na Computex Taipei (Taipei International Information Technology Show), que acontece em Taipei, em 5 de junho.

Com as diversas notícias publicadas todos os dias sobre o futuro do universo cinematográfico da DC Comics e até mesmo sobre Mulher-Maravilha fica difícil acompanhar o que de fato está confirmado e o que é rumor. Assim, o Gal Gadot Brasil preparou essa publicação (que será atualizada constantemente) com todas as notícias confirmadas sobre Mulher-Maravilha 2 e o que ainda é rumor.

Confirmado

  • Patty Jenkins não é apenas a diretora do filme, mas também a roteirista e a produtora. [15/09/2017]
  • Geoff Johns e Dave Callaham fazem parte da equipe de roteiristas do filme. [15/09/2017]
  • Gal Gadot, claro, está de volta no papel de Diana Prince/Mulher-Maravilha. [15/09/2017]
  • Graças ao sucesso do primeiro filme, tanto Gal Gadot como Patty Jenkins receberam aumentos de salário para a sequência de Mulher-Maravilha. [15/09/2017]
  • O filme estreará em 1 de novembro de 2019. [13/11/2017]
  • A produção de Mulher-Maravilha 2 foi iniciada no final de 2017. [07/01/2018]
  • Gal Gadot e Patty Jenkins adorariam a participação de Lynda Carter na sequência do filme. [07/01/2018]
  • Patty Jenkins está trabalhando no roteiro do filme. [07/01/2018]
  • Mulher-Maravilha 2 será o primeiro longa a adotar diretrizes anti-assédio sexual. [23/01/2018]
  • Gal Gadot está treinando para o longa com o instrutor de Alicia Vikander em Tomb Raider. [07/02/2018,]
  • As gravações começarão no verão (hemisfério norte), de acordo com Charles Roven, um dos produtores do filme. Ele também informou que o roteiro ainda está em desenvolvimento e que em seguida eles passarão para a fase de forte preparação para os inícios das gravações. [26/02/2018]
  • Segundo o Deadline, Kristen Wiig está em negociação para interpretar a vilã de Mulher-Maravilha 2, Cheetah. [28/02/2018]
  • Patty Jenkins confirma a vilã de Mulher-Maravilha 2: Mulher-Leopardo. [09/03/2018]
  • Pedro Pascal é um dos atores escalados para Mulher-Maravilha 2. [29/03/2018]
  • O papel de Pedro Pascal foi inicialmente oferecido ao ator brasileiro Wagner Moura, que o recusou. [20/04/2018]
  • Mulher-Maravilha 2 gravará na ilha de Tenerife, nas Ilhas Canárias (região sul da Espanha, bem próxima ao continente africano). [20/04/2018]
  • De acordo com Daniel Eliesen, um jornalista, durante a 2018 Licensing Expo, a Warner Bros. divulgou imagens conceituais de Mulher-Maravilha 2 e informou que a super-heroína teria um traje de batalha para o segundo filme. [22/05/2018]
  • A Warner Bros. registrou diversos domínios com a palavra “Wonder Woman” que podem dar pistas sobre o nome do segundo filme da sequência. [25/05/2018]

Rumor

Enquanto o Gal Gadot Brasil não acredita na divulgação de rumores sobre a vida ou trabalhos de Gal Gadot, achamos prudente listar os fatos ligados a produção de Mulher-Maravilha 2 que ainda não foram confirmados.

  • Segundo o Omega Underground, o título de trabalho de Mulher-Maravilha 2 é Magic Hour (Hora Mágica, em tradução livre), levando a crer que a vilã do filme possa ser a Circe. [07/02/2018]
  • De acordo com o The Hashtag Show, Chris Pine (Steve Trevor), Ewen Bremner (Charlie) e Said Taghmaoiu (Sameer) estarão de volta para a sequência de Mulher-Maravilha. O filme deve se passar na década de 1980, Diana Prince se reúne com Steve Trevor (que morreu no último filme) para combater uma União Soviética dissolvida. Também de acordo com este site, a vilã do filme é a Cheetah (ainda segundo o THS, a Warner Bros queria Emma Stone para o papel, que o recusou). [26/02/2018]

 

Gal Gadot adicionou mais um título em seu currículo: agora ela também é produtora!

Ao lado de seu marido Jaron Varsano e de Sue Kroll (Mulher-Maravilha), a atriz produzirá o filme baseado no artigo de Peter Kornbluh para o Politico, My Dearest Fidel”: An ABC Journalist’s Secret Liaison With Fidel Castro (“Meu Querido Fidel”: A Ligação Secreta de uma Jornalista da ABC com Fidel Castro, em tradução livre).

A Warner Bros. adquiriu os direitos para o filme, através de Sue Kroll, com a sua empresa Kroll & Co. Entertainment, em um contrato de exclusividade. Assim, Sue Kroll desenvolverá o material e produzirá o filme ao lado de Gal Gadot e Jaron Varsano. A atriz possivelmente atuará no filme.

Sue Kroll e Gal Gadot já trabalharam juntas no filme de sucesso de 2017, Mulher-Maravilha, quando Kroll era uma das maiores executivas do estúdio. Em janeiro, Sue Kroll deixou o posto de presidente de Marketing e Distribuição Mundial na Warner Bros. e, em abril, fundou a Kroll & Co. Entertainment.

O co-criador de Narcos, Chris Brancato, adaptará o artigo de Kornbluh.

O artigo conta a história inédita de como a jornalista da ABC, Lisa Howard, se envolveu no que Kornbluh descreveu de “diplomacia íntima” com Fidel Castro e se tornou a principal confidente norte-americana do líder cubano. Howard se tornou peça chave na criação de um canal ultrassecreto entre Washington e Havana, para discutir a reconciliação após a Crise dos Mísseis Cubanos de 1962. Ela também foi a primeira repórter da ABC em tempo integral e a primeira mulher a fundar o seu próprio telejornal em uma rede de TV. Na tentativa de mudar o curso da Guerra Fria, as três viagens de Howard para Cuba foram cruciais no avanço de uma das parcerias mais importantes na história das relações entre os EUA e Cuba. Howard morreu em 1965 de uma overdose de analgésicos.

Quando li pela primeira vez o artigo de Peter, fiquei encantada com a emocionante narrativa de uma mulher complicada e fascinante no meio de um drama da vida real de alto risco,disse Gal Gadot em nota oficial. “Eu soube imediatamente que tinha que estar envolvida criativamente em contar a história de Lisa Howard, estou emocionada em estar produzindo esse filme com a Sue.

Estou tão ansiosa em dar vida a esta história com ótimos parceiros criativos como Gal (Gadot), Jaron (Varsano), Peter (Kornbluh) e Chris (Brancato). Essa é uma história real notável, contada por uma mulher incrível e se presta a uma experiência cinematográfica dramática e emocionante.” disse Kroll em um comunicado.

Em suas contas oficiais nas mídias sociais, Gal Gadot informou que “Jaron e eu estamos muito ansiosos em estar ao lado de Sue para levar essa história à telona. É só o começo…”

Leia os primeiros parágrafos do artigo de Peter Kornbluh publicado no site Politico e traduzido pela equipe do Gal Gadot Brasil.

Lisa Howard ficou esperando por mais de duas horas na suíte do Hotel Riviera, tempo suficiente para tomar banho, se vestir e colocar maquiagem e, então, tirar tudo e se arrumar para dormir, quando ela pensou que ele não estivesse vindo. Mas, às 23:30 daquela noite em Havana, 2 de fevereiro de 1964, (Lisa) Howard, uma correspondente norte-americana da ABC News, finalmente ouviu a batida na porta. Ela a abriu e viu o homem que ela estava esperando: Fidel Castro, o líder de 37 anos da revolução cubana e um dos principais líderes antagonistas dos EUA da Guerra Fria.

Você pode ser o Primeiro Ministro, mas eu sou uma jornalista muito importante. Como você se atreve me deixar esperando?” declarou Howard, fingindo raiva. Ela então convidou Castro para o quarto dela, acompanhado por seu assessor principal, René Vallejo.

Nas horas seguintes, eles conversaram sobre tudo, desde teorias marxistas até o tratamento de prisioneiro políticos cubanos. Eles relembraram o presidente John F. Kennedy, que havia sido assassinado há apenas alguns meses. Castro contou a Howard sobre a viagem dele a Russia, na última primavera, e da “atenção pessoal” que ele recebeu do “brilhante” Primeiro-Ministro soviético, Nikita Khrushchev. Howard repreendeu Castro pelo regime repressivo que ele estava criando em Cuba. “Para fazer uma revolução honrosa… você deve desistir da ideia de querer ser o primeiro-ministro.” “Lisa,” Castro perguntou, “você realmente acha que eu comando um Estado policial?” “Sim,” ela respondeu. “Acho.

Nas primeiras horas da manhã, Howard pediu que Vallejo fosse embora. Finalmente sozinho com ela, Castro passou os braços pela jornalista americana e os dois deitaram na cama, onde, como Howard recordou em seu diário, Castro “me beijou e me acariciou… habilmente com uma paixão contida”.

“Ele falou sobre querer me ter,” escreveu Howard, mas “não me despiria ou faria tudo.” “Nós gostamos muito um do outro,” Castro disse a ela, admitindo que ele estava tendo dificuldade em encontrar palavras para expressar a relutância dele. “Você fez muito para nós, escreveu muito, falou muito sobre nós. Mas se dormirmos juntos, isso será complicado e o nosso relacionamento será destruído.

Ele disse a ela que a veria novamente, “e que isso aconteceria naturalmente.” Logo antes do nascer do sol em Havana, Castro colocou Howard para dormir, apagou as luzes e saiu.

A viagem de Howard para Havana no inverno de 1964 foi fundamental para o avanço de uma das mais incomuns e significativa parcerias na história das relações entre os EUA e Cuba. Ela se tornou a principal confidente norte-americana de Castro, bem como a sua interlocutora disfarçada com a Casa Branca – o elo fundamental em um canal ultrassecreto que ela estabeleceu sozinha entre Washington e Havana, para explorar a possibilidade de reaproximação, após a crise dos mísseis cubanos. De meados de 1963 ao final de 1964, Howard secretamente retransmitiu mensagens do regime revolucionário cubano à Casa Branca e vice-versa; ela também usou as suas habilidades de repórter e a sua alta posição na ABC para desafiar publicamente a mentalidade da Guerra Fria de que Castro era um inimigo implacável dos interesses dos EUA. O papel dela como pacificadora foi construído sobre um relacionamento pessoal complexo e pouco compreendido que ela conseguiu forjar com o próprio Castro – um relacionamento que era político e pessoal, intelectual e íntimo.

Hoje, quase ninguém se lembra de Lisa Howard. Mas no início dos anos 1960, ela foi uma das jornalistas mais famosas da TV nos Estados Unidos – uma glamorosa ex-estrela de novela que se reinventou como repórter e, depois, subiu ao topo do mundo monopolizado pelos homens dos noticiários de TV. Ela se tornou a primeira mulher correspondente da ABC e a primeira mulher a fundar o seu próprio noticiário em uma rede de TV. O papel influente dela na mídia fortaleceu os esforços em Cuba, mesmo que preocupasse as autoridades da Casa Branca que eram alvos da incessante pressão dela para mudar a política dos EUA.

O primeiro encontro de Lisa Howard e Fidel Castro aconteceu em 21 de abril de 1963, quando a jornalista esteve em Cuba e insistiu incessantemente que o líder lhe concedesse uma entrevista.

Com informações do Deadline

Mais notícias:12345...102030...Última »