Na última noite de sábado, Gal Gadot apareceu – em forma de vídeo – na grande final do festival de música Eurovision, que aconteceu em Tel Aviv.

No vídeo, que mais parecia uma propaganda turística, a atriz mostrou as maravilhas que podem ser vistas e feitas no centro financeiro de Israel, Tel Aviv, em três minutos. A participação da atriz foi gravada na Páscoa, durante a visita de Gal Gadot ao país.

Confira o vídeo legendado da participação da atriz no festival de música europeia, Eurovision, a seguir (o link do Youtube foi bloqueado).

Inicio » Séries e TV | TV Shows & TV Appearances » 2019 » 05.19 | Bastidores do Eurovision

Assista também os bastidores da gravação.

O Eurovision

O Eurovision Song Contest, que acontece desde 1956, é um concurso anual de músicas transmitido pela televisão, rádio e internet, com participantes de diversos países europeus. Cada país pode levar um representante com uma música de até 3 minutos. Em 2018, Israel participou do festival como país convidado, apresentando a cantora Netta Barzilai que venceu o Eurovision. Assim, Israel conquistou o direito de apresentar o festival em 2019.

Não é novidade que Gal Gadot gosta de unir a sua imagem ao bem e às causas de crianças doentes. Assim, enquanto a agenda de gravações de Gal Gadot está mais tranquila, a atriz e ex-modelo aproveita o tempo para ajudar o próximo.

Na tarde de hoje, a atriz surpreendeu um grupo de crianças assistidas pela ONG israelense Lehosheet Yad que estava de passagem por Los Angeles.

A atriz conversou com os assistidos, deu autógrafos e posou para fotos, tornando esta uma viagem mais do que inesquecível para todos eles. As crianças retornarão para Israel em dois dias com o maior dos sorrisos no rosto e a experiência de ter conhecido uma das maiores artistas israelense.

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2019 » 05.14 | Surpreendendo os assistidos da organização Lehosheet Yad

Lehosheet Yad

A cada ano, a Lehosheet Yad proporciona uma experiência que mudará a vida de crianças que sofrem de doenças severas e muitas vezes fatais.

Uma organização nascida e criada em Israel, sob a direção do rabino Avraham Attar, Lehosheet Yad, literalmente significando “estender a mão”, leva a ideia de “doar” a um novo patamar.

A organização israelense, que começou em 2005 por um grupo de voluntários, visa aliviar o sofrimento diário e a tensão em torno da família de uma criança que sofre de uma doença aguda, conhecida como câncer ou paralisia cerebral. A Lehosheet Yad procura fornecer:

  • Atenção individual aos pacientes com câncer e suas necessidades;
  • Apoio aos pacientes e suas famílias;
  • Ajudar a aliviar a carga financeira e logística das famílias;
  • Atividades e uma sala de jogos no hospital;
  • Trazer artistas para as enfermarias do paciente.

Parece que o segundo semestre será de muito trabalho em estúdio para Gal Gadot!

 

Há cerca de um mês, o perfil Discussing Film informou que o filme estrelado por Dwayne Johnson e Gal Gadot está planejando o início de sua gravação em outubro deste ano, na Itália. O longa contará a história de agentes da Interpol fazendo tudo para capturar um criminoso internacional inteligente e perigoso. No entanto, dias após a publicação da notícia em nosso site, Dwayne Johnson informou que a produção do filme acontecerá somente no início de 2020.

Nos últimos dias, a HN Entertainment divulgou que as gravações deste filme devem começar em 30 de setembro, nos estúdios Longcross, em Surrey, Inglaterra.

Na trama da sequência de Assassinato no Expresso do Oriente, os passageiros de um cruzeiro pelo Nilo tornam-se os principais suspeitos do misterioso assassinato da rica herdeira Linnet Ridgeway Doyle (Gal Gadot). O detetive Hercule Poirot (Kenneth Branagh) investiga o assassinato, mas quando ele se depara com possíveis assassinos diferentes, muitos deles também encontram a sua morte.

Na última semana, foi divulgado que Letitia Wright (como Rosalie Otterbourne) se juntou ao elenco do filme. Harmie Hammer também faz parte do elenco (como Simon Doyle).

O filme tem previsão de estreia para 09 de outubro de 2020.

Na segunda-feira, em Nova York, aconteceu um dos evento de gala mais aguardados do ano: o Metropolitan Museum of Art Costume Institute Benefit Gala ou, em resumo, o Met Gala.

Gal Gadot foi uma das convidadas e chegou ao tapete rosa acompanhada do marido, da diretora de arte e estilista da Givenchy, Clare Wright Keller e sua equipe.

Vestindo um pequeno vestido branco de rendas, acompanhado por uma capa branca e botas pretas também de rendas, tudo desenhado pela Clare Wright Keller, a atriz posou e sorriu para os fotógrafos. As joias que a atriz usava eram da Tiffany e somavam mais de 200 mil dólares.

No evento, Gal Gadot aproveitou o show de Cher e se encontrou com seu colega de elenco em Liga da Justiça, Ezra Miller.

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2019 » 05.06 | Bastidores do look do Met Gala

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2019 » 05.06 | Deixando o hotel em Nova York, rumo ao Met Gala

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2019 » 05.06 | The Metropolitan Museum of Art Costume Institute Benefit Gala – Tapete Rosa

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2019 » 05.06 | The Metropolitan Museum of Art Costume Institute Benefit Gala – Festa

O Met Gala

O Met Gala é um evento organizado pela Anna Wintour, a editora chefe da revista Vogue; é ela quem decide a prestigiosa lista de convidados.

Todo ano o evento tem um tema. O de 2019 foi baseado no ensaio de Susan Sontag, Notes On Camp (ou Notas de Extravagância, em tradução livre), que inclui tudo o que é extravagante, exagerado e não-natural. Os anfitriões foram Lady Gaga, Harry Styles e Serena Williams.

A modelo e atriz internacional falou sobre a dificuldade de conciliar a vida de mãe com a sua carreira de sucesso e a mensagem de apoio a amiga Rotem Sela, “Queria preservar a imagem de Israel e falar a minha verdade.

Gal Gadot, a modelo e atriz internacional que estrelou no filme de sucesso Mulher-Maravilha, foi entrevistada pelo programa israelense News 13 e falou sobre o empoderamento feminino, o apoio que ela deu a Rotem Sela em relação a Primeira Ministra de Israel e a dificuldade da vida de mãe com uma carreira de sucesso e tendo que criar suas filhas.

Todas as mulheres precisam falar de empoderamento, mas ainda não estamos lá,” Gadot disse. “Há diferença salarial e estamos tão acostumadas a ver a história do ponto de vista masculino, então, se há uma mulher forte, ela é um ‘homem’.

Na mensagem de apoio a sua amiga, modelo e apresentadora de TV Rotem Sela, que falou sobre o comentário da Ministra da Cultura e Esporte, Miri Regev, sobre a política de governo de Israel em relação aos árabes, ela disse: “Demorou um pouco para eu escrever aquela mensagem, pois era muito importante para mim preservar a imagem de Israel, também. A minha verdade realmente é, independente se você seja de esquerda ou de direita, árabe ou judeu, sobre você poder falar.

A atriz também falou sobre o medo e a dificuldade de combinar carreira com a maternidade, “Quando a Alma nasceu, eu pensei como eu faria, como eu viajaria e tudo o mais,” ela explicou. “Aí o meu marido Jaron me disse, ‘Pense em qual modelo você quer ser para a sua filha e é isso o que você será, para ela, tudo será realidade e você será a única coisa que ela conhecerá.’ Eles não têm o pacote de sentimento de culpa que nasce com a gente e sai junto com a placenta.

Gadot provou inúmeras vezes que o sucesso não confunde ela. Na tela, ela interpreta uma heroína de outro mundo, mas ela é, acima de tudo, ser-humano. “Sim e sempre falo, o meu maquiador me disse que não acreditava que ele estava maquiando, então eu disse a ele, ‘Do que você está falando? Você fez minha primeira maquiagem 15 anos atrás. Sou eu. Lá no fundo, por dentro, continuo sendo eu.

O vídeo da entrevista pode ser conferido a seguir, no entanto, ele está sem legenda, pois é em hebraico. Mande-nos uma mensagem em nosso e-mail ou redes sociais se você puder nos ajudar com esta legenda.

Na entrevista, Gal Gadot fala sobre a sua experiência no Oscar 2018, quando perguntada se entregar doces para a plateia do cinema realmente é mais divertido do que a premiação, “Você está sentada no Oscar e tudo é tão… É um programa deslumbrante, mas você tem que se sentar, há câmeras… Você sabe que eles poderiam te gravar a qualquer momento, então você fica meio alerta. Então, de repente, fazer algo mais tranquilo e sentir as pessoas foi muito, muito divertido.

O trecho em inglês pode ser conferido a seguir, traduzido pela Global Glimpse, no twitter.

Fonte: News 13

Quando Gal Gadot assinou seu primeiro contrato com a Warner Bros, em janeiro de 2014, o salário da atriz era o de uma iniciante: 300 mil dólares para cada um dos três filmes com o estúdio. A prática é comum entre os estúdios e filmes de super-heróis, principalmente quando o seu protagonista não é tão conhecido.

Agora, 5 anos e três filmes como a Mulher-Maravilha depois (Batman v Superman, Mulher-MaravilhaLiga da Justiça), a atriz se junta ao time dos atores mais bem pagos de Hollywood.

A Variety noticiou esta semana que para o seu segundo filme como a super-heroína, o salário de Gal Gadot subiu para 10 milhões de dólares, a tornando uma das atrizes mais bem pagas de Hollywood.

Vale notar que a mudança salarial para Mulher-Maravilha 1984 também aconteceu com a diretora Patty Jenkins. Em maio do ano passado, a Variety noticiou que a diretora ganharia mais de 3 vezes o seu salário do primeiro filme da super-heroína: 9 milhões de dólares.

Mulher-Maravilha 1984 tem previsão de estreia para 5 de junho de 2020.

Ontem, em comemoração ao aniversário da atriz, a diretora compartilhou uma nova foto promocional de Mulher-Maravilha 1984.

A revista americana Time publicou a sua lista dos 100 Mais Influentes de 2019. Apesar de Gal Gadot não aparecer na lista, a atriz deixou um depoimento emocionante sobre o ator e amigo Dwayne Johnson, o The Rock.

A amizade de Gal Gadot e Dwayne Johnson vem de longa data, ambos trabalharam juntos na franquia de Velozes e Furiosos e, em outubro deste ano, começarão as gravações de um novo projeto juntos: Red Notice.

Confira o que a atriz israelense falou sobre o amigo.

Não há ninguém em Hollywood como o Dwayne Johnson e certamente muitos poucos são tão ocupados. Se você teve o prazer de trabalhar com ele, como eu tive nos filmes Velozes e Furiosos, você sabe que ele é cheio de amor e cria um ambiente no set que é repleto de receptividade e positividade.

Dwayne é alguém que acredita que o céu é o limite e vai além para se certificar de que ele dá 100% de si mesmo todos os dias, seja na academia, trabalhando com o seu projeto beneficente (a Fundação Dwayne Johnson Rock), estando com a família e amigos ou trabalhando em um novo projeto.

Ele é a personificação da ideia de que as pessoas podem se esquecer do que você disse, podem se esquecer do que você fez, mas elas nunca se esquecerão de como você as fez sentir. Dwayne sempre se certifica de que as pessoas se sintam o melhor quando ele está por perto.

Gadot é uma que estrela, ao lado de Johnson, no filme futuro, Red Notice.

Gal Gadot esteve na lista das 100 Pessoas Mais Influentes de 2018 e Lynda Carter foi quem escreveu o depoimento sobre a atriz.

Na última segunda-feira (15) a rede responsável pela produção e exibição do Eurovision Song Contest 2019 (ou, em português, Festival de Música Eurovision) em Israel, KAN, deu mais detalhes sobre o evento.

Na conferência de imprensa que aconteceu em Israel, país convidado que sediará o concurso este ano, o diretor e editor chefe da Eurovisão, Yuval Cohen, informou que Gal Gadot participará do programa final que anunciará o grande vencedor de 2019. A participação da atriz será voluntária, mas ainda não se sabe se será ao vivo ou através de uma mensagem de vídeo. O festival acontece em 18 de maio.

No ano passado, em maio, a atriz recebeu o convite para ser a apresentadora oficial do programa, mas recusou. O trabalhou ficou a cargo de  Erez Tal, Bar Refaeli, Assi Azar e Lucy Ayoub.

Gal Gadot
Eurovision 2019, Tel Aviv

A super estrela de Hollywood israelense, a atriz internacional Gal Gadot, se juntará a nós de Los Angeles e estamos muito felizes e honrados para dar as boas vindas a ela, durante a grande final do Festival de Músicas Eurovisão.

O Eurovision

O Eurovision Song Contest, que acontece desde 1956, é um concurso anual de músicas transmitido pela televisão, rádio e internet, com participantes de diversos países europeus. Cada país pode levar um representante com uma música de até 3 minutos. Em 2018, Israel participou do festival como país convidado, apresentando a cantora Netta Barzilai que venceu o Eurovision. Assim, Israel conquistou o direito de apresentar o festival em 2019.

Com informações do YNet.