Segundo dados publicados pelo Deadline ontem (22), a Warner Bros lucrou cerca de US$ 252,9 milhões com Mulher-Maravilha, filme dirigido por Patty Jenkins e estrelado por Gal Gadot. Este número é 139% superior a Batman v Superman: A Origem da Justiça, primeiro filme do universo dos super-heróis da DC Comics no cinema estrelado pela atriz.

Batman v Superman: A Origem da Justiça arrecadou mais do que Mulher-Maravilha na maioria dos itens considerados, US$ 681,5 milhões para US$ 659,1 milhões. Mas o filme de [Patty] Jenkins produziu um espantoso lucro superior de 139%, com US$ 252,9 milhões. O confronto de super-heróis de [Zack] Snyder rendeu apenas US$ 105,7 milhões. Não só Mulher-Maravilha teve um custo de produção menor (US$ 149 milhões) se comparado à Batman v Superman (US$ 250 milhões), mas também as participações combinadas e [lucro] residual foram muito mais baixos: US$ 38,5 milhões, comparados aos US$ 80,3 milhões de BvS que foram para [Zack] Synder, Ben Affleck e Henry Cavill. Uma coisa é certa: esse valor será maior para Patty Jenkins e Gal Gadot em Mulher-Maravilha 2, que será lançado em 1 de novembro de 2019. Foi noticiado que Patty Jenkins receberá um salário histórico para uma diretora, na sequência do filme, com estimados US $ 7 milhões a US $ 9 milhões antes do lucro dela entrar em ação, comparado ao US$ 1 milhão que ela ganhou no primeiro filme.

Esses números consideram as vendas de DVD, Blu-ray, cópia digital, arrecadação nos cinemas de todo o mundo, campanhas de divulgação e custos para a produção do filme. No total, o estúdio investiu US$ 406,2 milhões.

Os números de Liga da Justiça ainda não foram contabilizados, porém o filme dificilmente superará o lucro obtido com Mulher-Maravilha.

Mulher-Maravilha 2 já está em produção e as gravações do longa devem iniciar em junho deste ano.