Na noite de 21 de outubro, Gal Gadot participou de uma segunda exibição especial de Mulher-Maravilha no Linwood Dunn Theater, um dos auditórios da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas (responsável pelo Oscar).

Como na exibição do filme que aconteceu em 14 de outubro, a atriz participou de uma sessão de perguntas feitas pelos convidados, membros da mídia e da Academia. Entre os assuntos abordados, Gal Gadot contou a história de como ela conseguiu o papel de Mulher-Maravilha.

“Eu nem ao menos sabia para o que eu estava fazendo teste. Eu sabia que era um filme de Zack Snyder para a Wb, então presumi que era para Batman v Superman. Mas eu nunca soube enquanto eu estava fazendo os testes – e foram bastante – que era para Mulher-Maravilha. Então, dois dias entes de eles me chamarem para fazer um teste de câmera com o Ben, minha agente me perguntou, ‘E aí, para o quê é? Qual é o papel?’ e eu disse, ‘Não faço ideia. Quando eles vão me contar para o que é isso?’ Aí o Zack Snyder me ligou no mesmo dia e disse, ‘Eu não sei se você já ouviu falar da Mulher-Maravilha, em Israel…’ e eu fiquei tipo, tentando soar o mais tranquila possível, ‘Claro, a Mulher-Maravilha. Claro, com certeza, nós a conhecemos, em Israel.’ E foi isso. Eu nunca soube que eles planejavam um filme solo, eu acho que eles estavam esperando para ver como eu me saia…” – Gal Gadot


No entanto, foi a história de uma garotinha de 6 anos também de Israel e também chamada Gal o maior assunto da noite. A história foi contada pelo ator e diretor Jeffrey Scott Basham: a sobrinha dele perdeu as duas pernas e todos os coleguinhas da escola por conta de um bombardeio que aconteceu em Israel, há pouco tempo. A pequena Gal faz reabilitação e fisioterapia todos os dias, se veste e assiste Mulher-Maravilha enquanto reaprende a andar com próteses.

Eu realmente acredito que não é sobre mim, é a história e a personagem. Eu só sou o recipiente [dela] e me sinto tão privilegiada de ter tido a oportunidade de poder ver criancinhas ou até mesmo jovens adultas, ou qualquer que seja a idade; e fazê-las se sentirem felizes e fortes ou melhores, e estou tão feliz que o filme e a história da Diana a ajuda a passar por esse momento tão difícil.” – Gal Gadot

A atriz deixou uma mensagem em hebreu para a garotinha, durante uma conversa com o ator e diretor, nos bastidores do evento.


Apesar de filmes de super-heróis raramente concorrer ao Oscar, a Warner Bros Pictures iniciou a campanha de Mulher-Maravilha para uma vaga na premiação nas seguintes categorias:
– Melhor filme;
– Melhor diretora: Patty Jenkins;
– Melhor roteiro adaptado;
Melhor atriz: Gal Gadot.

Mulher-Maravilha inicia campanha para concorrer ao Oscar nas categorias Melhor Filme, Melhor Diretora, Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Atriz

As fotos do evento estão em nossa galeria.

Inicio » Eventos & Aparições Públicas | Events & Public Appearances » 2017 » 10.22 | Exibição de “Mulher-Maravilha”, no Linwood Dunn Theater