A modelo e atriz internacional falou sobre a dificuldade de conciliar a vida de mãe com a sua carreira de sucesso e a mensagem de apoio a amiga Rotem Sela, “Queria preservar a imagem de Israel e falar a minha verdade.

Gal Gadot, a modelo e atriz internacional que estrelou no filme de sucesso Mulher-Maravilha, foi entrevistada pelo programa israelense News 13 e falou sobre o empoderamento feminino, o apoio que ela deu a Rotem Sela em relação a Primeira Ministra de Israel e a dificuldade da vida de mãe com uma carreira de sucesso e tendo que criar suas filhas.

Todas as mulheres precisam falar de empoderamento, mas ainda não estamos lá,” Gadot disse. “Há diferença salarial e estamos tão acostumadas a ver a história do ponto de vista masculino, então, se há uma mulher forte, ela é um ‘homem’.

Na mensagem de apoio a sua amiga, modelo e apresentadora de TV Rotem Sela, que falou sobre o comentário da Ministra da Cultura e Esporte, Miri Regev, sobre a política de governo de Israel em relação aos árabes, ela disse: “Demorou um pouco para eu escrever aquela mensagem, pois era muito importante para mim preservar a imagem de Israel, também. A minha verdade realmente é, independente se você seja de esquerda ou de direita, árabe ou judeu, sobre você poder falar.

A atriz também falou sobre o medo e a dificuldade de combinar carreira com a maternidade, “Quando a Alma nasceu, eu pensei como eu faria, como eu viajaria e tudo o mais,” ela explicou. “Aí o meu marido Jaron me disse, ‘Pense em qual modelo você quer ser para a sua filha e é isso o que você será, para ela, tudo será realidade e você será a única coisa que ela conhecerá.’ Eles não têm o pacote de sentimento de culpa que nasce com a gente e sai junto com a placenta.

Gadot provou inúmeras vezes que o sucesso não confunde ela. Na tela, ela interpreta uma heroína de outro mundo, mas ela é, acima de tudo, ser-humano. “Sim e sempre falo, o meu maquiador me disse que não acreditava que ele estava maquiando, então eu disse a ele, ‘Do que você está falando? Você fez minha primeira maquiagem 15 anos atrás. Sou eu. Lá no fundo, por dentro, continuo sendo eu.

O vídeo da entrevista pode ser conferido a seguir, no entanto, ele está sem legenda, pois é em hebraico. Mande-nos uma mensagem em nosso e-mail ou redes sociais se você puder nos ajudar com esta legenda.

Na entrevista, Gal Gadot fala sobre a sua experiência no Oscar 2018, quando perguntada se entregar doces para a plateia do cinema realmente é mais divertido do que a premiação, “Você está sentada no Oscar e tudo é tão… É um programa deslumbrante, mas você tem que se sentar, há câmeras… Você sabe que eles poderiam te gravar a qualquer momento, então você fica meio alerta. Então, de repente, fazer algo mais tranquilo e sentir as pessoas foi muito, muito divertido.

O trecho em inglês pode ser conferido a seguir, traduzido pela Global Glimpse, no twitter.

Fonte: News 13