Gal Gadot e Mulher-Maravilha 1984 estão na capa e no recheio da revista alemã Widescreen Magazine. Junto à matéria de divulgação do filme, o repórter Emanuel Bergmann conversou rapidamente com a atriz que interpreta Diana Prince. Confira a entrevista traduzida (e adaptada) pelo Gal Gadot Brasil.

Conversamos com a atriz de 34 anos sobre coragem e sua evolução de estrela e produtora.

Senhorita Gadot, a sua reputação junto aos seus parceiros de filme é de que você é muito corajosa. O que a torna tão corajosa?

O que me torna tão corajosa? Acho que é a minha ambição. Isso provavelmente me torna corajosa, porque eu tenho a vontade de me superar. Eu sou muito competitiva. Mas isso é verdadeiro especialmente para os esportes. Eu cresci praticando muitos esportes e odeio perder. No entanto, acho que pensar assim quando se está filmando é uma perda de energia. Coisas assim roubam a sua energia criativa.

Você assumiu o papel de Diana pela segunda vez [em um filme solo]. Isso é diferente do que da primeira vez?

Sim. Quando vemos Diana novamente neste filme, ela está muito solitária. Ela perdeu todos os seus amigos e esteve sozinha por décadas.

Desde que o primeiro filme foi lançado, você se tornou meio que uma heroína de verdade. Você está comprometida com os direitos das mulheres. Como isso aconteceu? Isso acabou de acontecer?

Isso na verdade aconteceu naturalmente. Me lembro de quando cheguei à Hollywood pela primeira vez. Eu tinha muitas reuniões e todos me perguntavam: “Qual é o seu papel dos sonhos?” E eu sempre disse que queria interpretar uma mulher real, independente, forte, verdadeira. Simplesmente não haviam muitos papeis como esse. E acho que toda mulher no mundo quer isso. Queremos mostrar o que somos e quem somos.

Você também está trabalhando como produtora. Como isso aconteceu?

Para mim, isso veio da minha necessidade de contar histórias com a minha própria produtora. Isso é muito importante para mim. Por exemplo, estamos produzindo um filme sobre Hedy Lamarr. Ela era uma das maiores estrelas de Hollywood e era considerada uma das mulheres mais bonitas do mundo. Mas ela também era extremamente inteligente. Ela era uma inventora e as redes sem fio modernas, como o Wi-Fi e o Bluetooth podem ser ligadas ao seu trabalho. Mas ela nunca teve o reconhecimento por isso. Isso é algo que realmente me preocupa. Por que as mulheres não são levadas a sério? Hedy Lamarr realmente teve problemas com isso. Estou feliz de estarmos em uma época em que temos opiniões completamente diferentes. E, claro, é disso que se trata Mulher-Maravilha.

A nova data de estreia de Mulher-Maravilha 1984 é 13 de agosto.

Confira os scans da revista e uma nova imagem promocional de Mulher-Maravilha 1984 de Gal Gadot e Chris Pine.

Inicio » Revistas | Magazines » 2020 » Maio | Widescreen Magazine [Alemanha]